top of page
  • Foto do escritorAndré Sampaio

EXAME | Baltic Bicompax

Neste novo episódio decidimos dar atenção a uma marca que sem duvida a merece, a Baltic, que é uma marca Francesa que teve uma das maiores campanhas do KickStarter!

Interessados?



Antes de mais devemos avisar que foi com muito entusiasmo que abordamos este exame.

Primeiro porque nunca ninguém fez uma review a este relógio em Portugal.

Em segundo lugar porque estamos perante aquele que é sem dúvida um dos relógios do ano.

Quando dizemos esta afirmação não estamos a ser elitistas de modo algum, não estamos a falar de grandes complicações, movimentos revolucionários, peças únicas ou novidades das grandes marcas mundiais.


Estamos a falar de um relógio que tem um preço de pouco mais de 600€!! Curiosos?

A Baltic Watches é uma marca Francesa muito recente, fundada por Etienne Malec, um entrepreneur que se interessou por relógios quando descobriu que o seu pai tinha catalogado toda a sua colecção de relógios. Todos os detalhes de cada relógio estavam guardados em registros que continham até os detalhes de todas as compras, vendas e trocas que o seu pai tinha feito.



Como muitas outras marcas, a Baltic teve o seu início através da plataforma Kickstarter. No entanto o sucesso do seu lançamento já estava praticamente garantido pois a comunidade já falava sobre esta marca e os seus dois modelos de lançamento o HMS 001 e o BiCompax 001, muito antes do lançamento dos mesmos. As fotos que circulavam pelas redes sociais e fóruns da especialidade já tinham captado a atenção de todos.



O modelo que temos aqui hoje é o cronógrafo da marca, o BiCompax 001.

Disponível em dois acabamentos de caixa, aço escovado com opção de 5 combinações diferentes de mostrador/ponteiros ou em ouro plaqué com fundo preto para um total de 6 opções diferentes todas com um preço de 649€.

Estes 649€ dão direito a um dos cronógrafos mais bonitos a ser lançado nos últimos anos, caixa em aço, movimento de corda manual, vidro em hesalite, bracelete em pele de alta qualidade e embalado numa bonita caixa com acabamentos em cortiça a fazer lembrar um modelo icônico de uma outra marca de luxo.

Mas então o que diferencia tanto este relógio de tantos outros? Certamente não é só o fator preço.



Com uma inspiração nos relógios produzidos na década de 40, a Baltic conseguiu captar na perfeição os elementos vintage que tantas outras marcas têm tentado replicar, seguindo a tendência dos últimos anos em fazerem reedições de modelos vintage que fizeram parte do seu catálogo em décadas anteriores, umas com mais sucesso do que outras.

A Baltic sendo uma marca nova criou a sua própria identidade e fê-lo de uma maneira espantosa!

Um comentário de um post de um proprietário de um destes modelos dizia apenas, uma lição de design. E de facto a Baltic arrasou nesse aspeto!



Começando pela caixa de 38mm em aço escovado, conhecida por "stepcase", pelo degrau característico que faz entre o limite da caixa e o vidro, pelos acabamentos de excelente qualidade e umas proporções perfeitas! Desde a largura das asas, ao espaçamento de 20mm entre as mesmas, aos botões acionadores do cronógrafo e à coroa sem proteções.

Esta linha de design simples e funcional tem continuidade no mostrador onde a perfeita colocação do nome da marca e apenas as inscrições Bicompax e Manuel , referindo-se ao acionamento manual do movimento, em letras pequenas e discretas não roubam a atenção a um mostrador de aspecto muito clean, apenas com os números 12 e 6 e todos os restantes índices representados apenas por um ponto.

Simples, muito funcional e sem estar sobrecarregado de inscrições ou indexes acaba por dar uma sensação de tamanho maior e onde todos os detalhes são perfeitamente visíveis.



Depois de o vermos pensamos, tão simples porque é que os outros não o fizeram?? De facto é esse o segredo da Baltic.

O movimento é um Seagull ST1901 que por sua vez é baseado num antigo calibre Venus 179. Não sendo uma escolha de luxo nem sendo um movimento de renome Suíço, cumpre a sua função de manter os custos controlados e tem na sua fiabilidade o maior trunfo. Além do mais para manter o dna do modelo o mais fiel possível à sua concepção os criadores quiseram um modelo de corda manual e não automático.

Como opção com um custo de 30€ os compradores têm a opção do fundo em vidro a deixar ver o trabalhar deste movimento, que mesmo assim tem alguns pequenos embelezamentos o que contribui ainda mais para os muitos detalhes que este relógio tem para nos mostrar.



A experiência no pulso é o que seria de esperar de uma caixa com uns elegantes 38mm. Leve, cabe perfeitamente debaixo de uma camisa, com uma bracelete em pele de muito boa qualidade é um relógio que exuma charme e elegância. O mostrador, qualquer que seja a opção escolhida, será o ponto central das atenções e não irá desiludir ou cansar o seu proprietário. Antes pelo contrário é daqueles mostradores que rouba o nosso olhar muitas vezes por dia...



Resta-nos dizer que este modelo é montado em França, na localidade de Besançon e que o enorme sucesso desta marca já fez com que tenha cerca de 15 pontos de venda fixos em França o que não é de todo normal numa micro marca.

De qualquer das formas, qualquer um dos modelos da Baltic pode ser encomendado on-line no site da marca com envio gratuito para o mundo inteiro.

A nossa opinião final é que este relógio é e será uma das peças de 2018, pelo design perfeito, pelas opções de cores disponíveis, pelo movimento de corda manual e pelo pacote completo que este relógio oferece, o preço final acaba por ser um roubo. Para os proprietários! Este relógio podia custar o dobro e mesmo assim não acharíamos caro. É tão bom assim!



Na casa dos 500€ aos 1000€ este será sem dúvida o primeiro relógio na nossa lista. Quase obrigatório.

Foi um prazer o tempo que passamos com ele no pulso e a única dúvida que nos deixou foi qual cor escolher...


Precisamente vossos,

186 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Comentarios


bottom of page