top of page
  • Foto do escritorAndré Sampaio

Exame|Linde Werdelin 3 Timer |




Antes de mais e se me permitem, claro que permitem porque é a vantagem de ser eu a escrever, não sei porque é que dizem isto...

Este Exame assume para mim uma postura ligeiramente diferente. Isto porque, devo admitir, sou um fã da Linde Werdelin há muito tempo e dai ter passado a responsabilidade ao Pedro Santos de realizar ele na integra esta review. Imagino que não tenha sido grande sacrifício para ele também.


Como já vendo sendo normal remeto para a visualização do video todas as nossas conclusões e experiência de uso deste relógio, no entanto há algumas questões que gostaríamos de mencionar e reforçar nesta nossa review e acho relevante começar de facto pelas razões que me levaram a admirar e seguir esta marca desde há algum tempo.

3 Timer Kristian Haagen com bracelete em aço

Para cada um de nós determinado fator ou característica influencia a nossa escolha na compra de um relógio, seja pelo movimento, pelo preço, pela estética ou até simplesmente pela marca, no entanto é inegável que passamos por uma fase, muito ampliada por esta pandemia, em que os normais canais de venda estão a ser postos à prova especialmente pelo seu relacionamento com os clientes, ou melhor, pela falta desse mesmo relacionamento.

Algo que eu sempre segui como linha fundamental na minha vida profissional, mesmo antes de estar ligado à relojoaria, era essa mesma ligação. Antes do produto, antes do preço, antes dos números o essencial era criar relações. Criar e manter relações duradouras. Isto foi de facto o que encontrei na Linde Werdelin e que imediatamente me trouxe algo que outras marcas não ofereciam. O cliente antes do produto.

Foi de facto este factor que me tornou fã da marca, a sua ligação e cuidado ao cliente.

Algo que muitos dizem que fazem mas que de facto não fazem e outros estão agora a tentar dar os primeiros passos nessa nova aproximação ao cliente.


3 Timer edição Labassa Woolfe limitado a 9 unidades

De facto a Linde Werdelin é pioneira em muitos aspectos que eu já considerava essenciais desde há muito tempo e que a industria em geral tem demasiada resistencia em mudar, talvez por ser uma marca com menor dimensão, e mais coragem também tem que ser dito, a Linde Werdelin foi pioneira por exemplo na venda dos seus próprios relógios usados através do seu site, o que permite algum controle sob o preço de mercado de usados assim como permite e facilita a troca de relógios aos seus clientes. Simples? Claro que sim. Mais, é pioneira na criação e manutenção de uma economia circular o que lhe valeu precisamente este ano o prémio de Circular Economy Pioneer of the Year no evento da Positive Luxury Awards.

Há alguns anos que a Linde Werdelin eliminou a sua presença em retalhistas, optando por uma abordagem direta ao cliente com representantes em alguns países que fazem a importação e venda direta ao cliente.

Por exemplo, em Portugal esta marca é importada e representada pela Importempo que poderá de uma maneira simples e fácil agendar uma mostra dos modelos aos clientes interessados de uma maneira privada e pessoal.


3 Timer Kristian Haagen com bracelete têxtil

Passando ao protagonista deste Exame, o Linde Werdelin 3 Timer foi digamos, um modelo renascido, de uma colaboração entre a Linde Werdelin e Kristian Haagen um conhecido colecionador e blogger e que trouxe de volta a caixa utilizada num dos primeiros modelos da Linde Werdelin, o Biformeter.

Com um mostrador de cor khaki que varia entre um verde e um castanho consoante a incidência de luz e com uma fantástica bracelete têxtil também em verde khaki que lhe conforme um look muito casual, outdoor e até de tool watch mas que não dispensa pormenores de requinte como o mostrador guilloché com a sua textura concêntrica, quarto ponteiro com função GMT, indexes aplicados e bezel rotativo com divisão em 24 horas o que dá a este relógio a possibilidade de seguir 3 fusos horários, não esquecendo de mencionar os fantásticos acabamentos das varias superfícies da caixa.


O sucesso deste modelo foi imediato o que deu origem ao renascimento da linha 3 Timer em várias declinações cromáticas normalmente em edições muito limitadas e que se vieram juntar às duas linhas da marca, a Spido e a Octopus.


Olhando apenas para a ficha técnica salta à vista o tamanho declarado de 44mm X 46mm o que deixaria antever um modelo demasiado grande para o consenso atual que prefere relógios mais pequenos, no entanto o desenho da caixa e a forma como abdica das tradicionais asas faz com que os relógios de adaptem de uma forma impressionante ao pulso do utilizador, seja com bracelete têxtil, de borracha e mesmo a metálica o conforto é nota dominante. O que nos leva a outro ponto desta marca, a versatilidade com que os relógios "usam" outras braceletes de cores e materiais diferentes e que a marca faz questão de oferecer com uma grande variedade.


Em conclusão , o Linde Werdelin 3 Timer aqui analisado tem um preço de 6.132€ e é limitado a apenas 33 unidades, o movimento é um ETA 2893 com 42 horas de reserva e o relógio é resistente a uns mais que suficientes 300m de profundidade.

A originalidade e qualidade de acabamento são por demais evidentes e que na nossa opinião o tornam uma excelente escolha nesta faixa de preço. Claro que muitos optarão por uma qualquer marca mais conhecida, a Linde Werdelin não é de facto um relógio de massas, será para quem aprecia a sua estética original e exclusividade.

Foram esses os fatores principais que ficaram durante as semanas que o Pedro usou o relógio.

A sensação que se está a usar um relógio muito mais caro do que realmente é devido aos fantásticos acabamentos e que mesmo a 10 metros de distancia ninguém confunde o relógio que estamos a usar, isso sim é a Linde Werdelin.



Até Breve,


André


83 visualizações3 comentários

Posts recentes

Ver tudo
bottom of page