top of page
  • Foto do escritorAndré Sampaio

EXAME | Seiko Marinemaster 300

Atualizado: 3 de mai. de 2018

Hoje temos para vocês na nossa rubrica Exame um relógio que já é um ícone para qualquer aficionado mas, para o apreciador comum de relógios, é totalmente desconhecido. Curiosos?


O relógio em questão é nada mais nada menos do que o Seiko Marinemaster SBDX001 300m, sendo que, para facilitar de agora em diante, chamar-lhe-emos apenas Marinemaster, como é mais conhecido.

Fazendo uma breve introdução à Seiko, que infelizmente tem associada uma imagem de marca de relógios baratos, pelo menos no nosso país.

Cabe-nos a nós desfazer essa ideia, pois não podia estar mais longe da verdade.

Para quem não conhece a história da marca, muito rapidamente podemos adiantar que é uma das (muito) poucas marcas capazes de fabricar todos os componentes dos seus relógios.

Não há uma única peça num relógio Seiko que não seja fabricada pelos próprios. Isto inclui o movimento e todos os seus componentes, assim como a caixa, braceletes e vidros.

Além disso, é uma das marcas com mais patentes e inovações na indústria relojoeira.

No entanto, a maneira da Seiko trabalhar em termos de marketing e publicidade é muito mas muito discreta, não fazendo grande alarido das suas capacidades, o que infelizmente por vezes se traduz numa percepção da marca muito abaixo daquilo que ela é realmente.

A história e os feitos da marca são tão grandes e diversos que precisaríamos de um artigo próprio para abordarmos esse assunto corretamente.

Ficará para outra altura, pois hoje é dia de Exame! E o nosso aluno já está na mesa.

O Marinemaster pertence à gama Prospex, que se traduz em Professional Specifications e é reservada aos relógios construídos com a única intenção de resistirem às condições mais adversas e manterem altos padrões de qualidade enquanto o fazem. Não são relógios pensados para parecerem bonitos e elegantes, são relógios pensados e construídos para durarem, e a estética terá que seguir obrigatoriamente uma função prática. Infelizmente, a maioria destes relógios da gama Prospex não é vendida em Portugal, são o que normalmente chamamos de JDM, Japan Domestic Market. Relógios destinados ao mercado Japonês e que apenas se encontram na Europa via importação, o que hoje em dia não é difícil pois existem muitos retalhistas online que têm estas peças em stock, visto a sua procura ser bastante grande.


A Seiko construiu o seu primeiro relógio de mergulho em 1965, o Seiko 62MAS-010. O verdadeiro antecessor do Marinemaster seria a referência 6215 e foi construído em 1967, se bem que a referência 6159 de 1968 será a versão mais parecida com o Marinemaster. De qualquer das formas, a Seiko já leva mais de 50 anos a construir relógios de mergulho, normalmente conhecidos por Divers ou até Tool Watches.

Portanto, bem mais que a grande maioria dos construtores Suiços.

Só para terem uma pequena ideia da qualidade do relógio que temos em mão fiquem sabendo que este Marinemaster está equipado com o calibre 8L35, que não é nada mais do que o calibre 9S55 que equipa os Grand Seiko, apenas com menor preocupação no acabamento estético do mesmo. Quando falamos em Grand Seiko normalmente falamos de relógios acima dos 5.000€.



O relógio que temos aqui tem um preço de cerca de 2.000€ novo. O que não deixa de ser um valor considerável para um relógio, muito mais para um Seiko dirá a maioria!

No entanto, estes 2.000€ dão direito a um relógio que, só pelo movimento, já justificaria plenamente esse valor! No entanto o relógio é muito mais do que isso.

Para começar, temos uma caixa monobloco, o que quer dizer que não tem tampa traseira. Isto traduz-se numa maior resistência a altas profundidades e menos probabilidades de ter uma falha, devido a não ter de utilizar vedantes na tampa. O vidro é em Hardlex e não safira, o que significa que, em caso de uma pancada forte, o mesmo não estilhaça e mantêm-se numa só peça, por outro lado também ajuda a reduzir o valor final do relógio pois uma safira capaz de resistir às profundidades que este relógio é capaz inflacionaria o valor em muito.


O mostrador e os ponteiros têm excelentes detalhes, os ponteiros tem um acabamento escovado e têm Lumibrite, o produto desenvolvido pela Seiko para a luminescência dos seus ponteiros e mostradores e que, estando devidamente carregados depois de estarem expostos à luz solar, são capazes de dar uma legibilidade perfeita em total escuridão de 3 até 5 horas.

Os indexes são lindíssimos e tem um rebordo em metal polido que, mais uma vez, demonstra toda a atenção dada ao detalhe.


No pulso o Marinemaster assenta que nem uma luva! Apesar de ter 44mm, a curvatura da caixa e as asas relativamente curvas tornam a sua presença no pulso bastante fácil, apenas os 15mm de altura denunciam o "tanque" que temos. Por comparação, o Marinemaster é muito mais equilibrado no pulso do que o Tag Heuer Aquaracer de 43mm que experimentamos há algumas semanas atrás.

A sua estética obrigatoriamente leva-nos a comparações com o Submariner, no entanto, com um preço 4 vezes superior, estes dois relógios nunca poderão ser comparados, se bem que, apenas analisando as características técnicas, muito chamem o Marinemaster de Sub Killer....


A experiência no pulso, no entanto, deixou-nos surpreendidos com a "leveza" do mesmo, o peso e as dimensões passam completamente ao lado e não damos conta de que estamos a usar um relógio destas dimensões. A qualidade do movimento, da caixa, o acionamento da coroa ou da luneta rotativa de 120 clicks são simplesmente perfeitos. Falando apenas tecnicamente, por 2.000€ este relógio está muito à frente de qualquer outro pelo mesmo preço.

Como pontos negativos teriamos que mencionar que este relógio apenas é vendido com a bracelete em borracha, a coroa não está assinada o que achamos que é uma falha que não deveria existir, especialmente porque modelos de gama mais baixa têm, e o facto de a caixa ser monobloco poderá acrescer um pouco aos custos de manutenção devido ao trabalho extra e especializado que é necessário.


Em jeito de conclusões finais diríamos que o Marinemaster será um relógio para alguém já com algumas andanças neste meio, porque a dificuldade de comprar um, ultrapassar o "estigma" Seiko, o facto de ser um relógio puro e duro e ter um preço de 2.000€ deixará de fora a grande maioria dos compradores. No entanto, temos a certeza de que, se houvesse um ou mais representantes da marca que decidissem apostar nesta gama e que tivessem alguns modelos para os clientes experimentarem, venderiam muitos mais e provavelmente ajudariam a acabar com o "estigma" Seiko.

Fica aqui a dica, pois temos a certeza de que nós e muitos de vocês teriam muita curiosidade em ver e experimentar outros modelos desta marca fantástica.


Esperemos que tenham gostado do nosso vídeo, não se esqueçam de comentar nas nossas páginas e partilhem a vossa opinião.


Em nome da Horoduo, queríamos também agradecer ao Nuno Lopes o revisor do texto, que é de salientar o seu excelente trabalho!

Cumprimentos, André


70 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo

Kommentare


bottom of page